Pará será o maior Estado minerador em cinco anos

A atividade mineradora resulta em um nicho de trabalho para o Biólogo no Pará. O trabalho no campo caracteriza-se pela descrição da biodiversidade da área onde será implantado o projeto; pelo monitoramento dessa biodiversidade, visando a maneira como a mesma reagirá às alterações resultantes da instalação das minas; e pelo resgate da fauna para outras áreas preservadas.

Segundo reportagem da "Folha de S. Paulo", o Pará será o maior Estado em produção de minérios do país em cinco anos. Devemos ficar atentos a essa nova realidade. Várias oportunidades de trabalho surgirão com o aumento da atividade mineradora, porém esse incremento implicará, também, em perdas ambientais e consequências irreversíveis para a biodiversidade, se não for executado de maneira adequada. Como dirimir os impactos quando sabemos que os projetos mineradores são um dos maiores responsáveis pelo superávit da balança comercial do Brasil?

A reportagem da TV Folha: http://www1.folha.uol.com.br/multimidia/videocasts/1086045-em-5-anos-para-deve-ser-lider-em-mineracao-veja.shtml