Suspeita de "Finning" no Pará

A prática do Finning vem sendo amplamente debatida e denunciada pelo meio científico brasileiro, principalmente através da atuação da Ong Aqualung, no âmbito do Projeto PROTUBA, coordenado pelo Biólogo Marcelo Szpilman <http://www.institutoaqualung.com.br/Site/Conteudo/Protuba.aspx>. Até mesmo uma petição online foi criada para os interessados na luta contra a prática do Finning <http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2010N5037 >.

A notícia da apreensão de toneladas de nadadeiras de tubarões no bairro do Tapanã, Belém do Pará, chama a atenção para a proximidade do problema. A costa paraense está sendo alvo de investidas dos praticantes do Finning. Os Biólogos precisam conhecer o problema e debatê-lo à exaustão nos institutos de pesquisa e ensino. O link: <http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1085814-sete-toneladas-de-barbatanas-de-tubarao-sao-apreendidas-no-pa.shtml>.